quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

''Mãe, papai noel existe?''

Quem nunca fez essa pergunta para seus pais, que atire a primeira pedra. Parece que desde pequenos fomos ''treinados'' para acreditar que um cara gordo, grande, com uma enorme barba branca, vestindo uma (ridícula) roupa vermelha, segurando um saco, invade as nossas casas pra deixar presentes. Espera um minutinho...isso não existe! Mas como eles sabem que as crianças são bem mais fáceis de enganar, talvez deve ser por isso que eles ensinam à acreditar no papai noel.
No dia 24 de dezembro do ano passado, a mesma pergunta veio a calhar no meio de um jogo de poker com toda a família reunida, minha priminha de uns 6 aninhos, faz a pergunta quase fatídica para minha tia, o clima começa a ficar tenso no cômodo, todos começaram a arranjar qualquer desculpa pra não entrar no meio da conversa.
O mais estranho é que a minha priminha me lembrou de quando eu descobri que o suposto ''bom velhinho'' eram meus pais...no começo eu achei que o papai noel era uma fusão do meu pai com a minha mãe vestindo uma roupa vermelha com um barba branca comprida, só depois de queimar muitos neurônios pensando, que a ficha caiu. Lembrava de chorar até o reveillon por descobrir que o papai noel não existia...diria que foi meio traumático, mas tenha sido assim (ou quase assim) para quase todo mundo que teve implantado no cérebro a idéia do maldito papai noel, eu lembro de um amigo meu que descobriu sobre o papai noel após ver que o presente dele tinha etiqueta de preço e ainda escrito ''Rihappy'' talvez algumas pessoas foram mais tristes que eu.
E o pior daquela história da minha priminha, é que eu não sabia de quem eu sentia mais dó, se era da cara de desespero da minha tia, ou da cara de choro da minha prima.

1 comentários:

sayuri. disse...

Posso atirar a primeira pedra? *-*
HAUSHUASHUSAUHASUHHUASHUAS
Talvez eu já acreditado... mas nunca cheguei a perguntar pra ninguém não .-.
De qualquer forma, minha mãe diria: "Papai Noel = Homem do Saco, ele só quer te pegar pra vender no mercado infantil" D: